“Estou amando”, diz José Loreto sobre seu primeiro vilão

loreto2

Vivendo seu primeiro vilão, em “Boogie Oogie”, o ator José Loreto, disse ao jornal “Extra”, que viver vilão, está de dando “Tesão”.

É um tesão ser o vilão. Acho que só vou querer fazer isso a partir de agora, porque realmente você coloca os demoninhos para fora. Eu joguei dinheiro na cara do Marco Pigossi (que vive Rafael), dei soco na porta e mais não sei o quê. A gente fica potente, sabe? Estou amando”, falou.

José comentou que deseja ser odiado pelo público, porém, que os mesmos entenda os seus motivos: “Eu quero ser odiado, mas gostaria que também tivessem peninha de mim. Eu vou fazer maldade? Provavelmente! Só que ele tem motivo, sabe? Pedro é um cara que foi traído. Quem nunca fez besteira apaixonado? Já chorei, quebrei coisas, rasguei cartas… Foram pequenas loucuras. As do Pedro serão maiores, em outro grau”, concluiu.