“Esse Artista Sou Eu”, melhores momentos, vídeos

A cantora carioca foi aclamada ao vencer o primeiro programa (Foto: Divulgação)

A cantora carioca foi aclamada ao vencer o primeiro programa (Foto: Divulgação)

Imitar já não é uma coisa fácil , mais imagine incorporar com detalhes milimétricos e honrar o homenageado é outra, bem diferente — e muito mais trabalhosa. A estreia do ‘Esse Artista Sou Eu’, na noite de segunda-feira (25), no SBT, foi marcada por uma performance irretocável de Rosemary, interpretando Hebe Camargo. É necessário ressaltar o excelente trabalho de produção e caracterização: vestido original da apresentadora, peruca idêntica, maquiagem, joias vistosas. Recursos valorizados por uma iluminação inspirada.

O time de técnicos — o ator e diretor teatral Marcello Boffat (para treinar a interpretação), a Doutora da Voz Blacy Gulfier (dedicada à preparação vocal) e o coreógrafo Netto Soares (responsável pelos números de dança) — oferece um eficiente suporte aos artistas da atração. Mas, na primeira noite, o grande mérito foi mesmo de Rosemary, que conseguiu um registro de voz muito próximo ao da rainha da TV brasileira. Ela até anulou o acentuado ‘s’ de seu sotaque carioca para apresentar a mesma pronúncia do paulistanês de Hebe.

A cantora foi além: orquestrou os gestos de mãos, redesenhou a expressão facial e até criou os característicos movimentos de sobrancelhas de Hebe. Deu até para imaginar a original abrindo os braços e dizendo “Ai que gracinha”. Rosemary, que aparenta bem menos do que os seus 66 anos, por alguns minutos se transportou para os 83, idade na qual a grande estrela do SBT morreu, em setembro de 2012, em consequência de câncer.

Foi merecida a sua vitória no primeiro programa, recebendo nota 10 dos jurados Cyz Zamorano, Thomas Roth e Carlos Miranda, e mais 15 pontos de três colegas de competição que a indicaram como melhor apresentação da noite.

Melhores vídeos “Esse Artista Sou Eu