“Especial Ebola” 04/12/14 tudo sobre o vírus que assusta o mundo

Na próxima quinta-feira (04)a Band exibirá um programa especial feito na Guiné sobre o vírus Ebola, Ana Paula Padrão esteve em Conacri, capital do país, por cinco dias, preparando uma completa reportagem sobre a epidemia. A pré-produção levou mais de um mês e contou com o apoio de autoridades locais como o Ministério da Saúde e também de organizações estrangeiras como a Médico Sem Fronteiras – que treina os médicos guineanos no combate ao vírus – e a Cruz Vermelha.

O especial vai mostrar como os habitantes da Guiné e os brasileiros que moram lá, tentam seguir normalmente suas vidas, apesar dos frequentes riscos de contaminação. Ana Paula padrão entrevistou alguns sobreviventes da doença que contaram como é ter o vírus, os sintomas e o medo da morte iminente. O programa também vai mostrar a rotina no Centro de Tratamento do Médicos Sem Fronteiras.

O ebola é transmitido pelo contato direto com o sangue, secreções ou sêmen, de pessoas portadoras do vírus. As populações africanas são as mais infectadas, devido à tradição cultural deles, onde as famílias tem o costume de lavar o corpo dos mortos antes de enterra-los.

Ana Paula Padrão comanda o especial

Ana Paula Padrão comanda o especial

Entre as medidas adotadas pelos cidadãos para evitar o ebola estão: não cumprimentar as pessoas com apertos de mãos, lavar as solas dos calçados com água clorada antes de entrar em casa, não usar objetos manuseados por outras pessoas antes de desinfetá-los, entre muitas outras. A jornalista seguiu todas as regras.

Ana Paula Padrão já saiu do Brasil para produzir outras reportagens de impacto. Ela cobriu os conflitos no Afeganistão e no Paquistão, em 2001, e também esteve no Japão para uma reportagem sobre contaminação radioativa.

Divulgação: Band