Edir Macedo decreta jejum de TV por 40 dias

Edir macedo foto

Edir macedo foto

Edir Macedo decretou mais um jejum aos seus fiéis. O que chama atenção, no entanto, é o que foi solicitado pelo religioso aos que seguem os seus princípios.
Edir está determinando o “Jejum da Informação”, que será iniciado no dia 10 de junho e se estenderá por 40 dias. A ideia do bispo é permitir que as pessoas tenham uma experiência mais próxima de Deus.

“Um jejum de rádio, televisão, de tudo que o mundo oferece. Um jejum de jogos, distrações, diversões”, pediu Edir. “Nós estaremos fora da Copa, eu estarei fora da Copa 100%. Porque eu estareiacompanhando ou também no mesmo espírito com vocês. Não que eu necessite ter uma experiência com Deus, eu já tive, mas vou fazê-lo em favor de vocês, para que vocês também sejam estimulados”, complementou.

Além de afetar diretamente a Copa do Mundo, que é um dos maiores eventos da história do Brasil, o jejum de Edir Macedo acaba por afastar os telespectadores da própria Record. Caso seguido por seus fiéis, eles poderão acompanhar, por exemplo, apenas os seis primeiros capítulos de “Vitória”, que é a principal aposta da casa para elevar os índices de audiência e encerrar a crise na dramaturgia.

O fiel da Igreja Universal também perderia a reta final de “Aprendiz – Celebridades”, de Roberto Justus, e que atravessa uma má fase de audiência, como também deixaria de assistir atrações ainda não consolidadas, como o “Programa da Sabrina” e “Hora do Faro”.

Consultada, a Record não se manifestou sobre o assunto.

Já a assessoria de imprensa da IURD afirmou que o jejum trata-se da inauguração de um novo templo da igreja, considerada uma data histórica: “É uma data histórica para a Universal e todos os que têm apoiado este projeto nos últimos quatro anos. Esta é a razão do Jejum de Jesus. Na Bíblia, o jejum e o período de 40 dias são marcos de uma nova etapa na vida dos que creem. E nós cremos que o Templo de Salomão iniciará uma nova etapa para a Universal e para o Brasil”.