Documentário polêmico recria o suicídio de Robin Williams

Apesar da raiva da família do falecido comediante, o Channel 5 do Reino Unido começa no dia 22 de Abril um controverso programa que recria como o vencedor do Oscar tirou a própria vida em sua casa na Califórnia em agosto passado.

Williams cometeu suicídio por enforcamento com um cinto de segurança em um dos quartos de sua casa. Ele tinha 63 anos. Ele lutou muito tempo contra a depressão e, recentemente, tinha sido diagnosticado com a doença de Parkinson. O filme de TV faz parte de uma série do canal de documentários. Programas anteriores incluíram detalhes da morte de estrelas como Michael Jackson, Elvis Presley e Michael Hutchence do INXS.

Mas este tem uma “reconstrução desolador” dos últimos minutos de vida do ator. O documentário contará com a análise de um especialista que diz que Williams sofria de demência não  diagnosticadas.

“Tanto a esposa e sua família estão simplesmente chocado que alguém está  tentando capitalizar sobre a morte de Robin de uma maneira tão grotesca”, uma fonte disse ao Daily Mirror. No entanto, o canal de defende o material. Um porta-voz do Canal 5 alega que celebra tanto a carreira do artista também mostra os detalhes trágicos de sua morte que “fazem parte dessa história.”

O show já havia gerado polêmica quando se descobriu  um ator de filmes adultos para fazer o papel Robin devido sua sua grande semelhança física.

Robin Williams : foto divulgação

Robin Williams : foto divulgação