Diretor de ‘Os Dez Mandamentos’ diz que nem todos que assistem a novela são evangélicos

Questionado a cerca das quedas de ‘Babilônia’ serem porque o público que rejeitou a novela global foi para a Record acompanhar ‘Os Dez Mandamentos’ e provavelmente serem religiosos, evangélicos, o diretor da novela da emissora dos bispos foi bem claro e contundente.

Ele declara que não tem nenhuma ligação a Record ter colocado a novela exatamente no mesmo tempo em que a Globo colocou ‘Babilônia’ e cita a situação como uma “feliz coincidência” que favoreceu a eles. Ele afirma que os temas ultrapassam as “barreiras da fé” em entrevista ao IG, e que não há ligação entre a religiosidade e a aceitação da novela.

A gente fez uma pesquisa e descobriu que só 20% dos espectadores das produções bíblicas eram evangélicos. É bem pouco. O resto eram outras religiões e o público em geral […] A novela cativa por ter muitos dramas familiares que são absolutamente contemporâneos. A gente vê muito a história da mãe que teve que entregar o filho para adoção e depois o procura, tem o drama da mulher que é espancada pelo marido… E o que emociona o espectador é essa relação familiar“, completou Alexandre Avancini, diretor-geral de ‘Os Dez Mandamentos’.

Avancini foi contundente e direto em suas declarações que foram recheadas de inteligência.  (Imagem: Divulgação/Record)

Avancini foi contundente e direto em suas declarações que foram recheadas de inteligência.
(Imagem: Divulgação/Record)