Dilma não aguenta pressão e ataca Marina Silva

chamada--dilma-x-marina-1409083919816_500x500Mais um período eleitoral se inicia no Brasil e claro não poderia ser diferente, agora foi a vez da candidata e presidente Dilma Rousseff fazer o seu primeiro ataque a candidata do PSB Marina Silva, onde se vê empatadas nas pesquisas realizadas pelo IBOPE e Folha.

Dilma fez seu primeiro ataque a Marina Silva falando sobre o texto “Incoerência crônica”, onde a presidente falou sobre os direitos do “casamento” de homossexuais que Marina Silva não aceita. Foi mostrado também que Marina Silva seria apenas de acordo com a união de pessoas do mesmo sexo e não  mais o casamento como falava antes de sua candidatura.

 “O texto [do programa], que antes dizia que Marina Silva defenderia que o casamento gay virasse lei, agora cita apenas a garantia dos ‘direitos oriundos da união civil entre pessoas do mesmo sexo”. “Evangélica fervorosa, Marina já teve várias opiniões sobre o tema”, disse Dilma.

Dilma também atacou a defesa que Marina Silva agora faz de um plebiscito para decidir sobre a legalidade ou não do aborto. A petista apontou ainda o imbróglio envolvendo o  uso do jatinho em que morreu o ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos e disse que o discurso de Marina Silva é “vazio”.

As pesquisas indicam derrota de Dilma em eventual segundo turno contra Marina Silva. O texto publicado neste sábado (30) pela campanha da presidente foi o primeiro ataque contra Marina Silva por meio de canais oficiais.

O que nunca muda é a briga pela presidência da república entre os candidatos, estava demorando para acontecer isso, mas como todos ou melhor quase todos políticos são iguais, isso aconteceu agora. Dilma Rousseff não sabe mais o que fazer para tentar se reeleger, pois está empatada com Marina Silva em primeiro lugar na disputa da presidência, um ataques através de outro e nada parece resolver, basta saber em quem você vai voltar para tentar mudar o cenário político em nosso país.