Declaração de carência falsa no Enem 2015 será avaliada pelo MEC

O MEC está disposto a investigar cada uma das inscrições que foram declarados carência no Enem 2015, isso acontece porque muitos dos inscritos mentem na hora de fazer sua inscrição para não pagar a taxa de R$ 63, uma das formas de fazer essa investigação será a rede social do estudante. Quem mentiu cometeu um delito e responderá por isso segundo o diretor do MEC, além disso será eliminado do Enem 2015 perdendo a chance de conseguir bolsas como Sisu, Prouni e o tão famoso e cobiçado Fies.

Para não ter que pagar a taxa de inscrição,  o aluno precisa ter renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos. Também são isentos aqueles com renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio que cursaram o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral em escola da rede privada.

“Reservamos sempre nos editais o direito de fiscalizar e investigar. Não posso dizer quantos nem como isso é feito para não entregar o sistema. Uma declaração falsa é sempre um delito. Não é correto. Não é moralmente correto. Em uma área educacional, é contraditório como objetivo da área”, explicou Janine.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação