“De Frente com Gabi” (25/01/15): Programa recebe Chitãozinho e Xororó

O De Frente Com Gabi deste domingo, 25 de janeiro, recebe uma das maiores duplas sertanejas de todos os tempos:Chitãozinho e Xororó. No bate-papo, eles comentam sobre o início da carreira, a infância, o caminho até o sucesso e falam sobre suas vidas pessoais e de suas famílias. Eles contam ainda como surgiu a ideia de produzir o álbum “Tom do Sertão” e sobre projetos futuros.

Confira as melhores frases da entrevista:

Chitãozinho

Foi um projeto ousado, que estava na nossa cabeça já há alguns anos. Descobrimos que o Tom (Jobim) era um homem de alma sertaneja. (Sobre o CD com músicas de Tom Jobim)

Acho que a música sertaneja está muito bem representada por essa nova geração. (sobre o sertanejo universitário)

Demos uma diminuída no número de shows da nossa agenda. A tendência é diminuir, mas parar acho difícil.

Não nos ligamos a um candidato que a gente não conheça. Não é business. (sobre política)

Na infância, escutávamos Beatles e Roberto Carlos.

Xororó

Quando nos deram o nome de Chitãozinho e Xororó achamos muito caipira. Queríamos algo mais moderno, fomos para casa contrariados.

Sofremos muito preconceito até mesmo na escola. Diziam que a gente tinha que cantar rock.

Tem sido maravilhoso a todo momento. Estamos surpresos, ela (Sandy) se dedica o tempo todo. Ele é sorridente, cativante. Nossa casa virou um playground. (sobre ser avô de Theo, filho de Sandy)

Ele (Júnior) é doido para ser pai, mas como a Mônica é modelo, tem trabalhos ainda por fazer. Ele está cursando outra faculdade também.

Temos o projeto de fazer o “Sinfônico 2” em Nova York.

Meu herói é meu irmão e não existe um sem o outro.

O De Frente Com Gabi vai ao ar aos domingos, 0h, logo após o Programa Silvio Santos.

(Foto:Reprodução)

(Foto:Reprodução)