Criminoso tenta morder repórter do Cidade Alerta.

21out2014---reporter-do-cidade-alerta-1413892207916_956x500

A repórter do “Cidade Alerta”, Gracie Kelly da Record, foi atacada enquanto tentava entrevistar um marceneiro preso, acusado de assassinato. Ela levou um chute no joelho e quase foi mordida no rosto na porta da delegacia. A reportagem foi exibida na edição desta segunda-feira (20).

“Silvio, o que você…”, dizia a repórter Gracie Kelly, ao ser surpreendida com a tentativa de mordida. “Fala com a gente, fala. Se defende. Aqui não dá para matar mulher, né?”, acrescentou em seguida, assustada.
No estúdio, o apresentador Marcelo Rezende também expressou a sua revolta. “Repara, repara. Ele tentou morder e ainda deu um chute no joelho da [repórter] Gracie, que vai ter que ir para o departamento médico porque está inchado. Esse é o flagrante que mostra o grau de violência do marceneiro”, concluiu.

Segundo a reportagem, o rapaz de 40 anos confessou ter matado quatro mulheres. Ele também era usuário de drogas, mas foi descoberto pela namorada. Antes que terminasse o relacionamento, ele a matou e enterrou o corpo da mulher em um terreno, informou o programa.

Na Band, José Luiz Datena citou o ocorrido em duas ocasiões, elogiou a repórter Gracie Kelly, e definiu o suposto criminoso como “canalha, vagabundo e folgado”.