“CQC” é proibido de cobrir entrevista coletiva de Dilma e Aécio

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Na última quinta-feira (16/10), a equipe do programa “CQC”, exibido pela Bandeirantes, foi proibida de participar das entrevistas coletivas com os presidenciáveis Dilma Rouseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) em São Paulo.

De acordo com o UOL, os assessores da candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), informaram que os profissionais foram impedidos de participar do encontro para não “atrapalhar” o trabalho dos repórteres. Enquanto parte da equipe da atração insistia em participar da coletiva com a petista, outra tentava entrar na entrevista com o candidato pelo PSDB Aécio Neves, mas também foi barrada pelo mesmo motivo.

Este não é o primeiro problema envolvendo o “CQC” na eleição. No primeiro turno, o repórter Guga Noblat foi intimidado por apoiadores do atual governador do Rio e candidato a reeleição, Luiz Fernando Pezão (PMDB).