Corpo de Mãe Santinha é enterrado em Salvador

Foi enterrada no final da tarde deste sábado (16), no Cemitério Jardim da Saudade, o corpo de Anísia da Rocha Pitta e Silva, a Mãe Santinha, do terreiro Ilê Asé Oyá, no bairro de Pirajá. Mãe Santinha morreu após insuficiência respiratória. Ela estava internada desde o dia 6 de maio no Hospital Português, onde fazia tratamento contra um câncer.

A yalorixá tinha 90 anos e deixa 10 filhos – entre eles, Alberto Pitta, artista plástico e criador do bloco Cortejo Afro.Em nota, o governador Rui Costa lamentou. “A cultura da Bahia perde um de seus símbolos e ícone de luta por igualdade”, disse Rui Costa.

Mãe Santinha integra a geração das mães de santo mais antigas da Bahia e era considerada uma pessoa de grande serenidade. O Cortejo Afro também divulgou nota de pesar lamentando o falecimento.

(Foto: Reprodução/Internet)

(Foto: Reprodução/Internet)