Copa vai bater record mundial de audiência na TV

Copa do Mundo

Copa do Mundo

Dia 12 de junho, começa a A Copa do Mundo que de acordo com a Fifa deve bater o recorde mundial de audiência na televisão graças a uma nova tecnologia e aos horários convidativos, disse à Reuters o diretor de TV da Fifa, Niclas Ericson, nesta segunda-feira (2).

O torneio é o maior evento esportivo do mundo e algumas partidas, incluindo a final no Rio de Janeiro no dia 13 de julho, serão transmitidas em altíssima definição pela primeira vez.

“Temos algumas razões para dizer que a audiência irá aumentar. Trabalhamos muito duro na programação das partidas e achamos que os horários serão muito bons para os torcedores”, declarou Ericson por telefone do Rio.

“Achamos que os horários de início das partidas serão muito bons para a África, o Oriente Médio e a Europa, e que a audiência continuará a crescer lá. E como a Copa do Mundo é no continente americano, teremos cifras ainda melhores aqui do que jamais antes”, acrescentou.

“Houve um aumento muito rápido na Ásia em termos de telespectadores e direitos de transmissão, e acredito que antes mesmo do evento já parece bem provável que quebremos o recorde que temos”.

Ericson não quis especular a respeito dos números, dizendo que a Fifa ainda pena para auditar as cifras em certas partes do mundo, mas pela primeira vez a entidade ofereceu um contrato de direitos de transmissão a todos os países e territórios, e o interesse foi enorme.

“Sabemos que uma partida de abertura com o Brasil irá quebrar recordes em todo o mundo por ser o Brasil?, acrescentou.

Uma pesquisa da Fifa, que levou um ano para ser realizada depois do Mundial de 2010 na África do Sul, revelou que 909,6 milhões de telespectadores assistiram pelo menos a um minuto da final daquele ano em casa.

Cerca de 619,7 milhões também viram pelo menos 20 minutos da prorrogação do jogo em que a Espanha derrotou a Holanda por 1 x 0 e conquistou o título mundial.

Mais de 3,2 bilhões de pessoas acompanharam a cobertura ao vivo do torneio de 2010 por um mínimo de um minuto, e a média oficial foi de 188,4 milhões de pessoas em cada partida.

As cifras mostraram um aumento médio de entre 3% e 8% em relação à Copa da Alemanha em 2006.

As transmissões do Brasil irão utilizar 34 câmeras por jogo, com cerca de 3 mil funcionários de 48 países.

Três partidas serão televisionadas em resolução 4K, equivalente à do cinema e da TV digitais, e nove em 8K como parte dos testes das emissoras.

O padrão de cinema, também conhecido como definição ultra alta, oferece uma imagem muito aprimorada e deve se tornar o padrão televisivo até 2017.