Como fica a grade das TV’s?: Horário de Verão pode ser ampliado em mais um mês

  Com o risco eminente de apagões no Brasil por conta do baixo índice de chuvas registrados nos rios os quais ficam localizadas as usinas hidrelétricas que necessitam da passagem de água para a produção de energia, o governo estuda ampliar em mais um mês o horário de verão que pode, com essa regra, não acabar no próximo dia 20, como previsto.

  Se assim for, as afiliadas de várias emissoras de TV’s pelo país que não integram ao horário de verão terão de continuar a seguir o ritmo de gravação da programação de segunda à sábado e poderão ter prejuízo se acaso tiver programado algo para a volta do horário comum.

  Quem se prejudica são as grandes emissoras de TV’s que sofrem em audiência nesse período do ano, pois, com a audiência racionalizada, os pontos de audiência não ficam tão concentrados e a repercussão de programas e conteúdos exibidos como inéditos para os estados que fazem parte do horário ficam reclusas apenas aquela região do país.

(Imagem: Montagem/Divulgação)

(Imagem: Montagem/Divulgação)