Com corte de gastos, produtora da TV Escola realiza demissões

Não está fácil para ninguém. Nem mesmo a produtora da TV Escola escapou da crise na qual o Brasil está enfrentando. Por conta dos cortes de gastos, a Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp), contratada pelo MEC,  mudou de sede e demitiu 60 funcionários nesta semana.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, a Acerp produzia cerca de três horas de conteúdo por semana, mas esse número caiu 90% devido às demissões. A associação alega que o motivo para as demissões foi a redução de gastos.

Procurada, a TV Escola não foi encontrada para falar do assunto.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação