Carla Prata dá dicas para aspirantes a bailarinas do “Faustão”

Dois anos e meio é o tempo que Carla Prata ficou fora do “Domingão do Faustão”. Ela e mais três colegas retornaram ao programa, não como dançarinas, mas sim como uma espécie de olheiras, onde irão viajar pelo Brasil, a fim de selecionar novas bailarinas para fazerem parte da atração. Mirella Santos, Carol Nakamura e Luiza Módolo, são as outras ex-bailarinas que farão parte deste desafio.

Carla Prata disse em entrevista: “Agora é uma experiência totalmente nova para mim, a responsabilidade será bem maior. Vou ajudar na escolha das novas bailarinas, isso faz parte do sonho de vida de muitas meninas, é uma responsabilidade muito grande. Agora meu trabalho envolve sensibilidade, olhar crítico. A minha experiência como ex-bailarina também conta, com certeza o desafio é maior”.

A ex-assistente, com um olhar crítico, deixou alguns requisitos que as aspirantes a bailarina no “Domingão”, devem possuir. “Precisa ser simpática, carismática e inteligente porque a qualquer momento o Faustão pode fazer uma pergunta ao vivo. Ela também precisa saber dançar”, declarou ela. O que contribui para que ela esteja confiante, são os quatro anos que esteve no programa e lhe garantiu muitas experiências.

Além destas exigências, Carla ainda destaca outro elemento não menos importante: o comprometimento com o trabalho. “É importante não atrasar, não faltar, estar presente em todos os ensaios. Como são muitas meninas, elas precisam também saber trabalhar em grupo. Não causar fofocas, intrigas, a boa convivência é fundamental”, evidenciou.

Alguém que contribui para o crescimento e amadurecimento de Carla, foi Fausto Silva. “Aprender a improvisar, a ter raciocínio rápido foi ótimo pra mim. Não tem faculdade nenhuma que ensine o que eu aprendi ao lado dele, não tem preço. Quando estou ao lado dele, ouço mais do que falo. Fausto é um homem muito inteligente, viajado, culto. Eu costumo anotar (escondido…) as coisas que ele fala para eu não esquecer. Uma frase dele pode conter mil informações.  Trabalhar com o Faustão me abriu muitas portas e sempre fez com que as pessoas me respeitassem”, afirmou, bem-humorada.

Carla tem muita gratidão ao programa e está muito feliz com sua volta. Ela não se importa em ser lembrada ou rotulada como bailarina do Faustão. Esse tempo que passou fora, buscar se empenhar para seu aperfeiçoamento, onde estudou a fim de aprender mais sobre TV.

“Nesse tempo que passei longe, procurei estudar, me aperfeiçoar. Faço sessões com minha fonoaudióloga Roberta Grijó que vem me auxiliando muito, aulas de inglês, meu espanhol está em dia. Quero aprender sempre mais, mal estou acabando um curso de locução e de apresentação de TV e já estou me matriculando em outro. Busco crescimento profissional”, disse.

Carla garante que não foi só intelectualmente que mudou. Mudou o visual, emagrecendo dois quilos em menos de um mês, decorrentes de uma nova rotina de exercícios, que inclui pilates, musculação, treino funcional e pole dance. Ela disse em entrevista que gosta de mulher com corpão, mas que para TV, é preciso ser mais magra, pois mostra-se mais elegante. Revelou também que está se repaginando e que pretende mudar mais algumas coisas, por exemplo, o cabelo.

Carla Prata, bailarina do Faustão

Carla Prata, bailarina do Faustão