Bolsonaro irrita entidades após perguntar a jornalista se ela merece ser estuprada

Após ter dito à deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) que não a estupraria porque ela não merecia no dia 9 de dezembro, o também deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) se dirigiu de forma semelhante a uma repórter da EBC (Empresa Brasil de Comunicação).

Segundo divulgado pela agência de notícia da Câmara dos Deputados, Bolsonaro foi abordado pela jornalista após um discurso na Casa na semana passada. Ela perguntou se o deputado não achou que pegou pesado com Maria do Rosário naquela ocasião. “Ela recebeu o catraco que ela mereceu naquele momento”, disse o parlamentar à repórter, que o questionou: “você acha que alguém merecia isso?”. Em seguida, Bolsonaro respondeu: “Não, inclusive… Você merece ser estuprada? Estou perguntando, responda!”, repetiu com nervosismo.

Em nota, o Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio de Janeiro condenou a postura do deputado. “Às vésperas dos 20 anos da Conferência Mundial sobre os Direitos Mulher e no mês de aniversário dos 66 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, é inadmissível que um representante do parlamento, em hipótese alguma, estimule práticas de violação de direitos”.

A entidade pretende encaminhar o áudio e a transcrição da entrevista para a Comissão de Direitos Humanos e Liberdade de Imprensa da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), além da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, para a Procuradoria-Geral da República (PGR) e para a Comissão de Ética do Congresso Nacional. Esta última já abriu processo contra Bolsonaro por quebra de decoro parlamentar.

Bolsonaro, até o momento, não se pronunciou sobre o fato com a jornalista.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação