Bispo da Record cobra mais audiência e revolta apresentadores

record rioVice-presidente artístico e de programação da Record, o bispo Marcelo Silva está cobrando pessoalmente diretores e apresentadores por melhores resultados. A queda de audiência registrada em julho, que colocou a rede de Edir Macedo atrás do SBT na média das 24 horas, deixou Silva preocupado. Nas reuniões, ele tem deixado claro que está insatisfeito, que os programas precisam melhorar, que os diretores precisam criar novos quadros e que os artistas têm de alcançar melhores ibopes.

Apresentadores e diretores, obviamente, não gostaram nem um pouco da pressão. Reservadamente, não escondem a frustração e até uma dose de revolta com a emissora. Apresentadores reclamam que o problema não é com eles, mas com a Record, que não tem conteúdo nem estrutura adequados para o que pretende ser.

A lista de falhas da Record é um tanto extensa. Começa pela falta ou por erros de avaliação artística. Rodrigo Faro, por exemplo, foi “guguzado”, quando sua praia é mais a de Chacrinha.