Betty Lago comenta sobre sua luta contra o câncer

betty lagoBetty Lago é um exemplo de garra e determinação. Aos 59 anos, a atriz luta contra um câncer na vesícula desde 2012 e afrma que encara esse momento com os pés no chão e muito amor à vida.

“O importante é ter humor. Já não sou a mesma pessoa que era, mas isto não me faz uma pessoa pior, talvez possa até tornar-me uma pessoa ainda melhor. Tudo depende do caminho que cada um escolhe, o meu não é de revolta, nunca tive este sentimento”, afirmou a atriz em entrevista à revista Caras, durante sua temporada de descanso em Foz do Iguaçu, Paraná, onde curte a companhia da filha, a produtora Patty Lago.

Betty contou como anda sua saúde à publicação:

“Durante a novela Pecado Mortal estava no meio de mais um tratamento de quimioterapia, parei durante dois meses e agora recomecei. Tenho me sentido bem.  Sinto algumas dores, mas é normal, pois não pude retirar a vesícula. Tenho de suportar as dores”.

A atriz confessou seu medo de morrer, durante a internação onde descobriu que estava com um câncer na vesícula.

“Quando entrei no hospital para tirar a vesícula e saí sabendo que estava com um câncer, foi um choque. Nem consegui chorar. Nunca tinha estado doente. Mas também não fiquei pensando ‘porquê eu?’”.

O trabalho e a alegria de viver são as peças chaves que a ajudam nesse momento.

“O trabalho é muito importante. Não me resta muito tempo para ficar pensando. Tenho mais altos que baixos, isso tem a ver com minha personalidade, com as pessoas que me rodeiam, com as minhas escolhas. Sou uma pessoa bem humorada e isso me ajuda muito, tenho certeza”.

Betty Lago confessa que, em alguns momentos, se sente depressiva, chora e são os filhos, os amigos e a busca espiritual que trazem de volta sua força.

“Chorei muito e ainda choro. A Mari Vianna, que trabalha comigo, foi de uma dedicação incrível. O meu filho Bernardo Bernardo mudou-se para a minha casa com a namorada, ficaram lá um ano e meio. A Patty estava sempre comigo. Às vezes, não adiantava ter ninguém por perto, eu só queria ficar quieta, chorar. Mas não posso dizer que cheguei ao fundo do poço. Ter ido ao Frei Luiz, centro de atendimento e estudos espíritas no Rio, foi bom para me ajudar a compreender isto tudo. Também tive a visita de um bispo da Igreja Universal, que fez orações. Nestes momentos, precisamos de resposta espiritual, ajuda-nos a superar”.

Positiva, Betty contou também à revista quais são seus projetos futuros.

“Tenho contrato com a Rede Record e estou à disposição. Eles também me deram a oportunidade de fazer um programa online, que estreia em novembro. Será parecido com o programa Pirei, que eu tinha no canal pago GNT. Vou falar de moda e estilo, tema que domino e sobre o qual as pessoas me fazem muitas perguntas. Também quero ter um espaço para falar sobre câncer, onde também darei dicas de boa alimentação, beleza e bem-estar”, finalizou.