“BBB15”: Casado com mulher, Rogério Alves achava que era gay

Casado com a fotógrafa Camila Sergio, o participante do “Big Brother Brasil 15” Rogério Alves já sentiu dúvidas quanto a sua sexualidade. O dançarino sofreu uma confusão mental na juventude, quando que pensou que seria gay por ficar tímido perto das meninas e porque jamais gostou de brincadeiras masculinas. E não só isso. Ele se sentia à vontade para brincar de boneca e se vestir com saia.

“Eu achava que, pelo meu pai, eu deveria ser gay bem longe. ‘Tenho que ir embora para ser gay bem distante, para o meu pai não se aperrear muito’, pensava. Depois que eu fui crescendo, fui descobrindo o que era ser gay e o que era ser um homem sensível”, explicou o bailarino ao site oficial do programa. A lista com os participantes foi divulgada nesta terça-feira (13), pela produção da atração.

Ele contou que foi um filho muito complicado, que dava muito trabalho em casa e brigava muito com a irmã mais velha. Ele diz que só sossegou, quando nasceu sua irmã caçula. “Ela veio para apaziguar a situação, veio para ajudar. Mas a minha família sempre foi muito unida, uma família muito massa”, contou.

Na página do participante nas redes sociais, ele compartilha várias fotos de suas produções de dança, como o espetáculo “Édipo Rei”, no qual ele interpretou o servo do rei. Além da paixão pelos palcos, o canceriano também é apaixonado por esportes. Gosta de andar de bicicleta e skate. O recifense curte várias páginas e segue dicas de alimentação vegetariana e de produtos orgânicos.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação