Autor de ‘Babilônia’ comenta pela primeira vez sobre rejeição: “Até agora eu sofro a humilhação”

Mostrando-se não ser censurado, pela primeira vez, um dos autores de ‘Babilônia’, atual trama das nove e que vem arduamente atingida pelas quedas na audiência, vem a público comentar sobre a rejeição da novela. Questionado pelo jornal O Globo, ele comentou sobre a reação negativa do público e diz acreditar que as modificações reagiram nas principais praças, mas deixou claro que em São Paulo a tarefa segue difícil.

Pedi para anteciparem o grupo de discussão e fizeram correndo porque a situação estava catastrófica. A audiência no Brasil inteiro era calamitosa. No Nordeste e em Goiás, por exemplo, deu 12 pontos. Aí, fizemos as correções [na trama] e deu certo no Brasil inteiro. Em Santa Catarina, passamos dos 12 pontos para 42. […] a novela chocou por causa do beijo gay e porque tinha pouco amor e muito sexo. […] O primeiro capítulo tinha coisas chocantíssimas. Mas depois das mudanças, a audiência não subiu em São Paulo. Até agora eu sofro a humilhação pública diária de perder para a novela das 19h, ‘I love Paraisópolis’. […] Estou satisfeito com o resultado, não acho que seja ruim. Mas deu muito trabalho refazer. Está dando muito trabalho. […] Por que a audiência não sobe? Eu não sei.“, disse Gilberto Braga em entrevista ao comentar sobre a rejeição a ‘Babilônia’, trama escrita por ele e mais dois autores.

Autores de "Babilônia" próxima novela das 9  (Foto: Daniela Hallack Dacorso / Agência O Globo)

Autores de ‘Babilônia’, e ao centro, Gilberto Braga.
(Foto: Daniela Hallack Dacorso/Agência O Globo)