Após denúncia de Maria Marta, José Alfredo será preso; confira

Nos próximos capítulos de “Império”, Maria Marta (Lilia Cabral) denunciará José Alfredo (Alexandre Nero) para a Polícia Federal.

A milionária descobre o novo esconderijo do Comendador. Zé passa a viver no barracão da escola de samba Unidos de Santa Tereza. Ela segue Isis (Marina Ruy Barbosa) e ao tentar falar com o marido, é impedida por Antoninho (Roberto Bonfim).

Como não conseguirá conversar com o dono da Império, a mãe de João Lucas resolverá tomar uma atitude drástica. Maria Marta decidirá se vingar e vai fazer denúncia anônima contra o próprio ex-marido. Assim, quatro agentes da Polícia Federal invadirão a escola de samba e vão algemar o homem de preto.

Tão logo descobre que José Alfredo está preso, Merival (Roberto Pirillo) vai sair em defesa do milionário e acompanhará o depoimento do pai adotivo de Cristina (Leandra Leal). Na delegacia, o Comendador decidirá mentir quando questionado pelo delegado. No interrogatório, o dono da Império vai afirmar que morreu após discussão com o amante da sua mulher, que tomou um líquido feito por um xamã, mas acabou acordando em um garimpo dias mais tarde.

“Mas deixou para trás um detalhe importante: tem alguma ideia de como saiu da sua tumba? Afinal, ela estava fechada”, indagará o delegado. Para ajudar na mentira, Merival contará que o cliente exigiu, através de um documento, que o caixão fosse fechado apenas 24 horas após sua morte. “E, como o documento foi assinado muito tempo antes da minha suposta morte, ninguém pode dizer que assinei esse papel de propósito”, rebaterá o Comendador.

“Continuemos. E então o senhor voltou para o Rio… “. “E aqui descobri que minha empresa tinha recebido uma multa milionária e estava em crise, que eu tinha sido acusado de branqueamento de capitais e contrabando de pedras preciosas. Por isso resolvi continuar morto mais algum tempo até conseguir resolver esses problemas todos. Fim da história, delegado”.   “É uma bela história, sem dúvida, embora tenha vários furos. O maior deles é esse xamã que lhe deu o tal calmante no aeroporto de Roraima. Que calmante é esse que o matou de mentirinha?”.

“Eu também estava no aeroporto de Roraima naquele dia, presenciei a conversa do meu patrão com o xamã e vi quando este lhe deu o calmante. No dia que me patrão morreu, eu encontrei o vidro do calmante no bolso da calça dele”, dirá Josué (Roberto Birindelli).

“E nunca contou isso para ninguém, por quê?”. O segurança responde que pensou em levar o produto para o hospital, caso Zé sobrevivesse. Como não aconteceu, ele guardou. O delegado fica muito desconfiado e afirma que vai abrir um inquérito e enviá-lo à Justiça. José Alfredo continuará preso.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação