Após ataques, Veja desmente matéria absurda envolvendo Lula; entenda

O sensacionalismo como se sabe reina os ambientes jornalísticos, principalmente quando o tema é lucro e só se é visado isso.

Na última segunda (2), a revista Veja Brasília admitiu que mentiu após nota aos leitores revogando uma publicação em que dizia que Lula teria pago quase 220 mil reais para uma festa de aniversário de um sobrinho. Na notícia que foi matéria publicada na revista que foi posta as bancas no dia 18 de fevereiro, e foi do jornalista Ulisses Campbell, que dava detalhes do bufê do garoto que na festa, de acordo com a informação, iria distribuir tablets com uma mensagem gravada pelo jogador Léo Moura, lateral do Flamengo.

A família de Frei Chico, irmão de Lula, registrou boletim de ocorrência contra o jornalista que publicou a matéria por invasão de privacidade, e o Instituto Lula chegou a declarar nota de repúdio a notícia, logo, quando a revista percebeu o absurdo que fez e os constantes ataques e acusações de perseguição ao PT e ao ex-presidente, divulgou a seguinte nota aos leitores:

“É errada a nota “Celebração estrelada”, publicada na edição do dia 18 de fevereiro (pág. 16), por VEJA BRASÍLIA, dando conta dos preparativos de uma festa que homenagearia um sobrinho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no bufê Aeropark, no Distrito Federal. Pelo equívoco, VEJA BRASÍLIA se desculpa com seus leitores e, mesmo que a nota não contivesse conotação negativa, se desculpa também com o ex-presidente e sua família por quaisquer transtornos que possa ter ocasionado.”

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)