Andressa Urach diz ‘Senti nojo da minha história’ sobre biografia

Andressa Urach finalizou neste final de semana o livro que irá revelar a história de sua vida antes da conversão à religião evangélica, será uma biografia. Segundo Andressa, foram quase dois meses para que fossem concluídas as reuniões que contaram com depoimentos de Andressa Urach e de pessoas próximas a ela.

A fase decisiva no entanto durou uma semana. Em encontros diários com o escritor Douglas Tavolaro, Andressa Urach gravou seu depoimento em sessões que duraram em média cinco horas. “Foi muito difícil relembrar um passado que a vida toda escondi do mundo, mas foi uma das promessas que fiz a Deus, se Ele devolvesse minha vida, minha saúde e minhas pernas”, conta Andressa Urach que teve sérias infecções nas pernas e nos glúteos ocasionadas pelo uso de ‘PMMA’ e ‘metacril’.

“Na segunda infecção achei que perderia o movimento das pernas. Hoje agradeço todos os dias. Hoje exalto o nome de Deus e do senhor Jesus. Meu livro vai ser lançado em agosto e chocará muitas pessoas”. contou Andressa Urach

O processo de contar sua história causou mal estar a Andressa Urach, conforme ela relembra. “Senti nojo e vergonha de mim mesma. Em alguns dias, eu saí até com enjoo. Mas revelar tudo me fez muito bem, me sentia mal em guardar tudo. É uma sensação de missão cumprida. Esconder minha história era como fugir daquela Andressa que morreu definitivamente!”, finalizou Andressa Urach.

Andressa Urach

Andressa Urach