“Alto Astral”: Maria Inês dá golpe no filho Marcos

No capítulo de “Alto Astral” que vai o ar no dia 9 de fevereiro, Marcos (Thiago Lacerda)  leva um grande golpe. O vilão é enganado por alguém que faz pouco caso: sua mãe, Maria Inês (Christiane Torloni).

Na cena,  é chegado o momento da decisão de quem irá comandar o Hospital Bittencourt. Antes de começar a reunião, Marcos diz para Sueli (Débora Nascimento): “Agora tenho 49% das ações. Só um acionista não quis vender a parte dele, mas garantiu que vai me apoiar. O hospital vai continuar sendo meu. Só meu!”. A secretária não comenta.

A grã-fina, que está cansada dos destemperos do filho, confessa a seu escudeiro Escobar (Norival Rizzo): “Marcos tem uma obsessão pelo poder. Quer mandar em tudo! Mas em mim não vai mandar. E hoje ele vai entender isso.”

Na sala de reunião, o crápula exige que comecem os trâmites para a posse do novo responsável pelo hospital. Caíque (Sergio Guizé) e Maria Inês avisam que precisam esperar os outros acionistas. Marcos entrega uns papéis e diz em tom vitorioso: “Mas estão todos presentes. Comprei as ações dos outros acionistas. Agora tenho 49% do hospital. Vocês dois juntos, só 40%.”

Caíque diz que o irmão não tem a maioria. O crápula concorda e explica que o médico Diziabas (ator não escalado) detém 11% das ações. Irônica, Maria Inês dispara: “Não seria melhor deixar ele mesmo falar?”.

O doutor, presente na reunião, confessa: “Então, doutor Marcos. É que, depois que conversamos, recebi outra proposta”. Inês se levanta e revela: “O que o doutor Diziabas quer dizer é que ele vendeu as ações dele para mim. Não queria estragar a surpresa. Eu sei que você acha que sua mãe é uma idiota. Mas dessa vez você perdeu, Marcos. Eu e o Caíque agora temos a maioria. Nós mandamos no hospital”.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação