Alinne Moraes reclama de assédio a filho: “parece que não existe lei”

Em entrevista ao jornal “O Globo”, Alinne Moraes admitiu ficar chateada por conta do assédio que seu herdeiro sofre nas ruas, e não gosta disso, mas releva.

“Infelizmente, ele poderia estar mais protegido. Parece que não existe lei, acho um pouco periogoso. A gente como mãe quer proteção. Muitas vezes meu bebezinho é fotografado só com a babá, isso tira a gente do eixo”, disse ela, que aproveitou para rasgar elogios ao primeiro filho,

“É uma emoção muito forte e muda tudo sempre na vida da gente. Eu estou muito feliz e todo dia aprendo um pouco com ele”.

Foto: Dilson Silva/Ag.News

Foto: Dilson Silva/Ag.News