Alex Atala é eleito melhor chef do mundo, Noma o melhor restaurante

Alex Atala foi escolhido o melhor chef do mundo por seus colegas na cerimônia de divulgação do ranking elaborado pela revista britânica “Restaurant” que aconteceu nesta segunda-feira em Londres, e o restaurante dinamarquês Noma recebeu o título de Melhor Restaurante do Mundo.
O chef René Redzepi recupera assim o cetro da gastronomia mundial pela quarta vez, depois de 2010, 2011 e 2012. Já Atala não participou da cerimônia, que foi assistida por vários dos mais importantes chefs do mundo.
O cozinheiro protagonista da nova cozinha nórdica e entusiasta do naturalismo gastronômico agradeceu aos mais de 900 eleitores que o colocaram no topo do ranking dos “50 Melhores”. Diante de sua equipe agradeceu ao prêmio e reconheceu não “ser uma pessoa fácil para se ter ao lado por causa da paixão e dedicação”.
Vencendo sua dificuldade de falar em público, disse: “Isto é loucura, não posso expressar o quão feliz estou”, disse Redzepi, que saltou da 20ª para a 1ª posição.
O segundo lugar ficou com o espanhol El Celler de Can Roca, eleito o melhor no ano passado. Na 3ª posição se manteve o italiano Osteria Francescana, de Massimo Bottura.
O restaurante de Atala, DOM, caiu uma posição e ficou em sétimo. Já o Maní, , que tinha entrado pela primeira vez no ranking no ano passado, subiu dez posições e ficou em 38º. A chef Helena Rizzo compareceu à cerimônia para receber o prêmio de melhor chef feminina.
A Espanha é o país com mais representação entre os dez melhores restaurantes do mundo: El Celler de Can Roca (que fica na Catalunha), Mugaritz (no país basco) (em sexto) e Arzak (em San Sebastián, em oitavo, também no país basco). (Agência Efe)