Alejandro Claveaux, o César de “Alto astral”, acredita em espiritismo

Filho de pais uruguaios e bisneto de espanhóis e franceses, o que explica o nome e sobrenome, Alejandro Claveaux, o César de “Alto astral”, acredita em espiritismo, tema principal da novela das sete. E tem motivos para isso.

“Minha família é espírita. E acho que nem é questão de acreditar. O mundo é tão misterioso… A matéria é nosso corpo e é perecível (estraga). Através dessa transformação de voltar ao pó, sentimos que existe a alma, além da matéria e do corpo. Já estive em vários centros espíritas e tive algumas provas de que tudo isso existe”, falou.

Sobre o vilão que dá vida na novela, Alejandro diz torcer pela sua melhora: “As mulheres queriam bater nele, porque ele é muito canalha. Mas o César está começando a se apaixonar pela Itália (Sabrina Petraglia) e já tivemos uma resposta imediata. As pessoas estão torcendo para que ele mude para ficar com ela. Tenho sentido isso”.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)