“Ainda acredito que ela é uma vilã”, diz Drica Moraes sobre Cora

Cora em império

Drica Moraes diz que se surpreende diariamente ao ler os textos que terá que falar na pele de Cora, a vilã de “Império”, trama das 21h escrita por Aguinaldo Silva. Indo do drama ao circo, como ela mesma descreve, a personagem é um poço sem fim de possibilidades, afirma a atriz.

“Fico tentando decifrar onde Aguinaldo Silva (autor) quer chegar. A surpresa que o público tem é a mesma que tenho quando leio. A gente não fica querendo sair da linha original que desenhamos, mas acho isso bom. Ainda acredito que ela é uma vilã, que Aguinaldo vem guardando cartas para revelar aos poucos.”, contou em entrevista ao jornal “Extra”.

A sensação de que a vilania da personagem está se dissipando é compartilhada pelo público nas ruas, segundo ouve. Essa característica, porém, faz aumentar os questionamentos em torno do comportamento de Cora. Os mais recentes, aliás, vieram à tona quando ela gritou ao mundo ser virgem.

“Será que ela é virgem? Deixa dúvida para mim. Ela fala, mas isso não quer dizer que isso seja verdade. Ela cria uma argumentação pessoal tão própria que é capaz de convencer o outro daquilo”, ressalta Drica, evitando bancar qualquer certeza no emaranhado de dúvidas que a cerca.

Mesmo com uma bagagem de dez novelas em 28 anos de carreira na televisão, esta é a primeira vez que Drica, de 45 anos, integra o elenco de um folhetim das 21h, e faz também sua estreia nas tramas de Aguinaldo. Começou com o pé direito: desde as primeiras cenas, Cora mobilizou o público na internet com suas armações. Na primeira fase, a personagem foi defendida por Marjorie Estiano, e foi possível perceber a afinação entre ela e Drica.

“A gente fez um laboratório muito precioso com o (preparador argentino) Eduardo Milewicz, e acho que isso resultou principalmente no meu trabalho com a Marjorie. Acabamos compondo juntas uma partitura para a Cora. Nós começamos a gravar juntas, eu não a vi primeiro e depois fui fazer. A gente só se viu no ar. Então foi uma surpresa ótima quando nos vimos com tanta sintonia.”, contou em entrevista ao jornal O Globo.