Aécio Neves teve que cancelar caminhada após tumulto feito pelo “Pânico” e “CQC”

aécio

O candidato do PSDB ao Palácio do Planalto, Aécio Neves, tinha programado para esta quarta-feira um corpo a corpo com eleitores na cidade de Santos, litoral paulista. Mas acabou encerrando a agenda mais cedo em vista de um tumulto provocado por humoristas dos programas “CQC” e “Pânico”, da Band.

Uma mulher chegou a ser derrubada pelos empurrões e quase foi pisoteada por profissionais da imprensa que acompanhavam o ato. Segundo o jornal Zero Hora, Aloysio Nunes, vice de Aécio, chegou a discutir com um dos integrantes do “Pânico”.

A confusão continuou quando Aécio tentou entrar numa lanchonete. Diante da insistência dos humoristas em falar com ele, o candidato decidiu entrar em um carro e deixar o local, cancelando tudo que havia sido programado anteriormente, seguido pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e Aloysio Nunes. Após a saída, as equipes dos programas foram vaiadas.