Ex-BBB Adrilles inveja quem tem amor correspondido

O ex-BBB Adrilles usou sua conta no Instagram na manhã desta sexta-feira, dia 12, para publicar um longo texto onde filosofa sobre amor, paixão.

E conclui dizendo que inveja os “agraciados pela sorte de ter uma paixão correspondida – uma das poucas coisas que dão um sentido provisório à vida”.

“Costumo dizer que sou suficientemente romântico para acreditar em amor eterno e relativamente cético para crer em casamento. Pela razão de achar que o que a paixão une, o convívio cotidiano tenda a matar paulatinamente. Sendo a paixão romântica um ideal, deve ser tratada pragmaticamente como tal. Neste sentido, o namoro se apresenta como a melhor medida para conservar a idealização da relação. As ausências, os hiatos de tempo, a saudade, o não comprometimento com as mesquinharias financeiras do dia-a-dia e uma certa falta ajudam a temperar o interesse, o desejo de ter a outra pessoa a seu lado. Pode parecer paradoxal dar um tratamento pragmático a um sentimento ideal, mas o paradoxo é o de estar vivo e apaixonado. A entrega absoluta a um só ser é uma violência deleitável contra a razão das pulsões instintivas humanas. O romantismo racionalizado é uma maneira de enganar o engano: o saboroso engano amoroso de se projetar pela eternidade um sentimento sublime que dura pelo tempo da chama que o alimenta. Tudo isto para homenagear invejosamente o dia dos namorados e os agraciados pela sorte de ter uma paixão correspondida – uma das poucas coisas que dão um sentido provisório à vida.”

Ex-BBB Adrilles

Ex-BBB Adrilles